Fator primordial na escolha de um produto ou serviço, o preço só pode ser justificado quando relacionado à qualidade. Não há mais como sustentar que um estabelecimento ou empresa cobre caro apenas por fama ou status. Mesmo que companhias tradicionais utilizem seus nomes e se esforcem para continuarem líderes na era do boca a boca online, nada substituirá o serviço bem feito e o bom atendimento.

É claro que, em um país com sérias deficiências de distribuição de renda como o Brasil, o preço continuará a ser decisivo até os últimos estágios de uma experiência de consumo. Mas isso significa também que, em uma estratégia para atrair público, outras frentes de trabalho precisam ser executadas pela necessidade de haver um diferencial.

Esse conceito de destacar aquilo que diferirá seu serviço ou produto de outros pode estar nos detalhes, às vezes imperceptíveis ao primeiro olhar. A escolha do tom do atendimento de acordo com o perfil do cliente, a agilidade em fornecer informações úteis, deixar claro que o cliente conta com suporte constante através do funcionário, entre outras ações, que dão segurança para o cliente ao lembrar do estabelecimento, sejam lojas, restaurantes, hotéis ou serviços de entretenimento.

O serviço de cliente oculto é um termômetro confiável para verificar se as engrenagens que fazem a empresa ir para frente estão alinhadas e em perfeito funcionamento. Preço competitivo é importante, mas não fideliza clientes, principalmente se ele contar diversas opções similares, às vezes com uma experiência de cliente diferenciada, a poucos metros ou cliques de distância.

Por José Worcman