Em toda mudança, existem modelos a serem questionados. A experiência do cliente em comprar online já ameaça o modelo tradicional de comissão dos vendedores. Alguns, inclusive, podem querer boicotar os canais de venda online por esse motivo. Entretanto, com avanços de tecnologia embarcada e Machine Learning, essa prática comum do varejo precisará se reinventar.

Confira mais sobre o futuro, que já realidade no varejo, a seguir! Saiba também qual é o papel do varejo físico nesse cenário.

A tecnologia embarcada na experiência do cliente

A quebra do comissionamento e retaliação de vendedores foi um fato interessante trazido na NRF 2018 – evento mais importante do segmento de varejo mundial e que a OnYou esteve presente. Para entender essa reação, é preciso voltar alguns passos e entender a evolução do modelo de negócio. E, como maior exemplo dessa evolução, temos a Amazon.

Em seu início, no final da década de 1990, a Amazon atuava como varejista online de livros. Sua atuação era nacional, apenas. A tecnologia, apesar de pioneira, ainda era vista como um processo adaptado. A referência do modelo de negócios ainda era o varejo físico.

O que fez com que a Amazon fosse de uma varejista de livros para um grande player global foi a diversificação. Novos negócios foram adquiridos, soluções de atendimento e eficiência foram sendo implementadas. O resultado? Uma tecnologia embarcada na experiência do cliente! Mas o que isso significa?

eBook: Cliente Oculto, a ferramenta ideal para garantir a satisfação dos clientes da sua empresa

Confira, em nosso eBook, as vantagens do Cliente Oculto para a sua empresa!

A experiência do cliente é a chave

Ter uma tecnologia embarcada significa ter um sistema integrado. A experiência do cliente é a chave que permite que a Amazon tenha resultados rentáveis e melhore seus serviços. O investimento em tecnologias como o Kindle existe para suprir uma necessidade latente. Nesse caso, a necessidade de entregar algo que corresponda ao que o cliente deseja.

Com uma tecnologia que consegue atender ao grande mercado de varejo de forma eficiente, é impossível voltar atrás. Hoje, empreendimentos de todos os escopos buscam investir em soluções de tecnologia embarcada. Afinal, é por meio dessas tecnologias que o consumidor atual interage.

A tecnologia embarcada é uma tendência real no varejo. Espaços físicos, agora, devem estar voltados a oferecer uma experiência. É o exemplo da loja física da Dafiti, líder do segmento de moda no e-commerce brasileiro. Com uma interface touch na vitrine, pessoas podem interagir com seus produtos. Já dentro da loja, é possível usar o smarthpone para realizarem suas compras.

É importante notar que o que é inovador na tecnologia embarcada não é a própria tecnologia. A inovação está na forma como essa tecnologia serve para a experiência do cliente. E a própria Amazon se destaca como pioneira no uso do Machine Learning para atingir esse objetivo, como veremos a seguir!

Machine Learning e seu papel na evolução do varejo

A aplicação do Machine Learning (aprendizado da máquina) no varejo permite automatizar interações que, antes, eram programadas e fixas. O que a abordagem do Machine Learning propõe não é criar uma tecnologia com respostas prontas. Mas, sim, uma ferramenta que possa aprender automaticamente.

A inteligência artificial com o algoritmo de Machine Learning entende e reconhece padrões nos dados. Ou seja, um pensamento próximo ao orgânico.

Como vimos, a Amazon é uma grande referência no varejo por conta de sua tecnologia de Machine Learning. As recomendações de produtos em sua loja virtual são adaptadas a seu perfil.

Conforme previsão da IDC, até 2020 serviços cognitivos como Machine Learning poderão economizar mais de US$ 80 bilhões de dólares. Nesse sentido, a necessidade das empresas de direcionar seu cliente para os produtos ideais, aliada à tecnologia, representa uma inovação no varejo.


Considerações finais

Como a OnYou pode conferir em sua visita ao evento da NRF, o comissionamento dos vendedores se torna cada vez mais injustificado. A solução para isso é evoluir com o mercado.

Entender como proporcionar uma experiência única em lojas físicas para seu cliente é entender as tendências. A forma como seu consumidor interage online fez com que ele se tornasse mais exigente. Portanto, é preciso trazer experiências diferenciadas em seu varejo o quanto antes!

Você já conhecia o Machine Learning? O que achou dessa novidade que apresentamos hoje? Deixe sua mensagem nos comentários!